Previsão Video Music Awards 2015 [4] Melhor Vídeo Pop

Falta menos de uma semana para o grande dia! Só fazendo essas previsões para me empolgar, porque até agora, a MTV parece ter esquecido que precisa enviar à imprensa a lista de performers (por enquanto tem The Weeknd, Nicki Minaj e as ex-participantes do RuPaul’s Drag Race com a Miley Cyrus no palco principal e Nick Jonas e o Walk the Moon no pré-show), e o buzz da premiação parece estar vindo apenas das promos da Miley, host da edição 2015.

Mas enquanto a emissora ainda não negocia as apresentações desejadas, vamos continuar com a análise dos vídeos indicados ao VMA 2015 – desta vez, a categoria é a de Melhor Vídeo Pop, onde a batalha dos charts chegou aos vídeos.

Primeiro, os indicados…

BEST POP VIDEO
Beyoncé – “7/11”
Ed Sheeran – “Thinking Out Loud”
Taylor Swift – “Blank Space”
Mark Ronson ft. Bruno Mars – “Uptown Funk”
Maroon 5 – “Sugar”

E agora, a análise!

Continuar lendo

Anúncios

Beyoncé quer viralizar em “7/11”

Beyoncé 7 11 video

Após deixar o mundo embasbacado com o lançamento do sensacional BEYONCÉ, uma experiência literalmente audiovisual, com músicas de altíssima qualidade e clipes incríveis, Beyoncé decidiu ampliar os horizontes dos fãs com o lançamento da edição Platinum do álbum autointitulado, que chega às lojas agorinha, segunda-feira (24). Além das 14 músicas e dos 17 vídeos, tem também duas músicas novas – “Ring Off” (uma faixa com influências meio caribenhas, meio R&B) e “7/11” e quatro remixes. Além disso, os fãs podem conferir um DVD Ao vivo contando com 10 apresentações ao vivo da “Mrs. Carter Show World Tour” com comentários do artista e um encarte, e o mini-calendário oficial de 2015 da Beyoncé.

Ou seja, quem quiser comprar vai ter que coçar um pouco o bolso pra ter uma experiência completa com a Sra. Carter.

E aproveitando que o relançamento do CD ta aí na porta, Beyoncé lançou na sua página pessoal do Youtube e no site oficial, um clipe simplão para a faixa “7/11”, um batidão nervoso urban pra rebolar nas boates e fazer twerk como se não houvesse amanhã. “Simplão” porque vemos uma Beyoncé sem superprodução, sem maquiagem, sem cenários extravagantes, apenas ela, as amigas dançarinas, a filha Blue Ivy escondidinha na cama do quarto da mamãe, e muitas coreografias que a galera vai imitar nas versões “de segunda linha” do vídeo. A trollação não perdoa nem os presentes de natal de Beyoncé!

A música é visivelmente para aproveitamento para os fãs, porque não tem cara de hit crossover. É urban demais, nada radio-friendly e nem tem um refrão claro e manifesto pra gente se guiar. Se, por algum milagre dos streamings, a faixa fizer sucesso, será pelo nome Beyoncé e pela capacidade desse vídeo viralizar. Porque tem chances de viralizar – é fácil de ser reproduzido por qualquer fã: basta uma câmera estática, você e suas cinco amigas sem medo do ridículo e muitas coreôs imitadas com perfeição.

Agora, no geral, mesmo com potencial de ser um sucesso na internet, o clipe em si não é tão bom. Não por parecer low-budget, e sim por uma impressão pessoal de que a Beyoncé, uma grande controladora de todos os aspectos de sua carreira, não parece totalmente confortável fazendo a simples, festeira e bagunçada no quarto do hotel. Essa imagem está tão entranhada na minha cabeça que qualquer coisa que fuja desse conceito de “Beyoncé, a mulher no controle de tudo” soa fora de lugar, o que torna o vídeo artificial, como se ela tentasse passar uma imagem de “gente como a gente”, o que evidentemente nunca esteve associado a Beyoncé. Mas talvez seja algo apenas meu, porque a maioria das opiniões é extremamente positiva sobre o novo vídeo da Bey.

E aí, gostou? Acha que “7/11” tem chance de sucesso nos charts ou será um grande viral de internet?