The Weeknd não vem pra brincar – Starboy feat. Daft Punk

Starboyalbum.jpg
A capa do álbum. Parece que alguém arranjou um novo haircut

Abel Tesfaye aka The Weeknd já está na cena tem um tempo, mas 2015 realmente foi o grande boom do moço, com o lançamento do “Beauty Behind the Madness”, indicado a vários Grammy e vencedor do Best Urban Contemporary Album em Fevereiro. Após dois #1, vários top 10 e uma exposição bem-vinda ao mainstream com uma sonoridade que mesclou as aspirações mais altR&B que fazem parte de seu DNA musical com uma urgência pop diferenciada para a popsfera naquele momento, The Weeknd retorna assim, como quem voltou da padaria onde foi comprar pão, com uma novidade – o álbum “Starboy“, com previsão de lançamento para 22 de Novembro, e o single de mesmo nome, com featuring do Daft Punk, lançado nesta madrugada.

Assim, desse jeito.

 

Pra quem ouviu até cansar o álbum anterior, dá pra perceber que “Starboy” consegue ser ainda mais pop que os outros materiais, com uma pegada mais eletrônico/synth, mas com um ambiente misterioso e sensual, mesmo que a letra passe longe disso (é basicamente o Abel se gabando de que agora ele está rico e famoso). Não é exatamente uma faixa instantânea (você deve se lembrar da reação que teve ao ouvir “Can’t Feel My Face”, por exemplo), mas consegue te conquistar aos poucos, especialmente no refrão, de fácil digestão e bem repetitivo. Gosto muito dos ecos 80’s na faixa, com esse pop meio eletro e o pianinho tocando durante a faixa. Além disso, é uma delícia a interpretação do Abel, liberando os versos com um certo tédio enquanto a música vai tocando num tempo bem específico. Não há raiva, ira, ironia, apenas uma constatação de que ele chegou lá e que está melhor do que você, pobre coitado que ouve esta canção.

Só sei o seguinte: quanto ao desempenho comercial, Abel tá sedento – colocou a música nos principais serviços de stream, já está no iTunes e como a música vai crescendo em você, com o refrão fácil, acho que tá prontinha pra ser hit, especialmente neste quarto bimestre, em que músicas mais mid surgem com mais força nos charts. Além disso, The Weeknd esperou a hora certa pra voltar – ao contrário de outros artistas que vinham bem saturados até mesmo sem participar de eras, ele sumiu literalmente (só colaborando com a Beyoncé no “Lemonade” – quer mais buzz?) e voltou jogando essa bomba com a tranquilidade de quem sabe que vai hitar até na barraca de coxinha perto do meu trabalho.

E outra coisa: esse Grammy de Performance Pop vai ser briga de FOICE.

A pergunta fica com você: gostou de “Starboy”?

Anúncios

7 comentários sobre “The Weeknd não vem pra brincar – Starboy feat. Daft Punk

Comente aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s