Tretas, rivalidades e shows icônicos – chegou o VMA 2016

Mtv-vma-2015-logoHoje foram revelados os indicados ao Video Music Awards 2016, a premiação da música que um dia já foi o irmão mais novo e mais cool do Grammy (o irmão do meio mais desencanado é o AMA), onde os artistas resolvem tretas, criam tretas, lançam tendências ou se revelam diante da plateia e do público na telinha. A premiação acontece no dia 28 de agosto, em Nova York.

Durante muitos anos se discutiu a relevância do prêmio, em especial mais recentemente, já que a MTV já não tem mais os clipes musicais como carro-chefe da emissora. Além disso, os próprios vídeos passaram por uma fase minimalista-boring que nem valiam a pena serem premiados – e só o eram porque, numa jogada ao mesmo tempo inteligente (por entender que atualmente há uma cultura do stan fortíssima entre os fãs de música pop) quanto ruim para a credibilidade da premiação – a votação das categorias principais foi aberta ao público.

Mas o ressurgimento dos vídeos como uma força que impacta a primeira impressão sobre uma música, a capacidade de viralizar e entrar no inconsciente coletivo das pessoas (pode creditar à Lady Gaga esse feito) trouxe uma sobrevida ao Video Music Awards como uma premiação que tenta ser importante na captação do zeitgeist. A emissora às vezes planta a treta, por outras inclui prêmios de momento só pra incluir um artista que ficou de fora dos indicados (lembra-se do “Melhor Vídeo com uma Mensagem”???), mas sempre com um objetivo claro: já que não é mais o trendsetter, é hora de seguir as tendências como dá e manter a relevância.

A lista de indicados este ano parece ter encontrado um equilíbrio interessante nesse aspecto. Os vídeos indicados são bons (alguns ótimos, outros excepcionais), os artistas são de vulto e ainda foi incluído nesse pacote um video só para render a treta (e vocês já devem saber qual é).

Se ainda não viu, confira os indicados ao Video Music Awards 2016.

Vídeo do Ano
“Hello” – Adele
“Formation” – Beyoncé
“Hotline Bling” – Drake
“Sorry” – Justin Bieber
“Famous” – Kanye West

Melhor Vídeo Feminino
“Hello” – Adele
“Into You” – Ariana Grande
“Hold Up” – Beyoncé
“Work” – Rihanna ft Drake
“Cheap Thrills” – Sia

Melhor Vídeo Masculino
“Don’t” – Bryson Tiller
“This Is What You Came For” – Calvin Harris
“Hotline Bling” – Drake
“Famous” – Kanye West
“Can’t Feel My Face” – The Weeknd

Melhor Vídeo Pop
“Hello” – Adele
“Formation” – Beyoncé
“Hotline Bling” – Drake
“Sorry” – Justin Bieber
“Wild Things” – Alessia Cara
“Into You” – Ariana Grande

Melhor Vídeo Hip-Hop
“Watch Out” – 2 Chainz
“Don’t” – Bryson Tiller
“Angels” – Chance The Rapper
“Panda” – Desiigner
“Hotline Bling” – Drake

Melhor Colaboração
Beyoncé feat. Kendrick Lamar – “Freedom”
Fifth Harmony feat. Ty Dolla $ign – “Work From Home”
Ariana Grande feat. Lil Wayne – “Let Me Love You”
Calvin Harris feat. Rihanna – “This Is What You Came For”
Rihanna feat. Drake – “Work”

Melhor Vídeo de Rock
All Time Low – “Missing You”
Coldplay – “Adventure of a Lifetime”
Fall Out Boy feat. Demi Lovato – “Irresistible”
twenty one pilots – “Heathens”
Panic! At The Disco – “Victorious”

Melhor Vídeo Eletrônico
Calvin Harris & Disciples – “How Deep Is Your Love”
99 Souls feat. Destiny’s Child & Brandy – “The Girl Is Mine”
Mike Posner – “I Took a Pill in Ibiza”
Afrojack – “SummerThing!”
The Chainsmokers feat. Daya – “Don’t Let Me Down”

Melhor Vídeo Longo
Florence + The Machine – “The Odyssey”
Beyoncé – “Lemonade”
Justin Bieber – “PURPOSE: The Movement”
Chris Brown – “Royalty”
Troye Sivan – “Blue Neighbourhood Trilogy”

Melhor Artista Novo
Bryson Tiller
Desiigner
Zara Larsson
Lukas Graham
DNCE

Melhor Direção de Arte
Beyoncé – “Hold Up”
Fergie – “M.I.L.F. $”
Drake – “Hotline Bling”
David Bowie – “Blackstar”
Adele – “Hello”

Melhor Coreografia
Beyoncé – “Formation”
Missy Elliott feat. Pharrell – “WTF (Where They From)”
Beyoncé – “Sorry”
FKA twigs – “M3LL155X”
Florence + The Machine – “Delilah”

Melhor Direção
Beyoncé – “Formation”
Coldplay – “Up&Up”
Adele – “Hello”
David Bowie – “Lazarus”
Tame Impala – “The Less I Know The Better”

Melhor Fotografia
Beyoncé – “Formation”
Adele – “Hello”
David Bowie – “Lazarus”
Alesso – “I Wanna Know”
Ariana Grande – “Into You”

Melhor Edição
Beyoncé – “Formation”
Adele – “Hello”
Fergie – “M.I.L.F. $”
David Bowie – “Lazarus”
Ariana Grande – “Into You”

Melhores Efeitos Visuais
Coldplay – “Up&Up”
FKA twigs – “M3LL155X”
Adele – “Send My Love (To Your New Lover)”
The Weeknd – “Can’t Feel My Face”
Zayn – “PILLOWTALK”

Primeiro as esnobadas: Selena Gomez não conseguiu uma indicação com os clipes do “Revival”, mesmo com uma era bem sucedida. Os vídeos não eram exatamente uma Brastemp, por isso, nem me surpreendi com a ausência. Mesmo assim, ao menos “Hands To Myself” merecia ser lembrado, nem que fosse em vídeo feminino. No entanto, o corte final parece muito forte para a Selena.

A ex-BFF Demi Lovato ao menos conseguiu uma indicação como featuring em Melhor Vídeo Rock, mas com uma era cheia de investimentos (especialmente nos dois primeiros clipes), mais uma vez a cantora passou despercebida na premiação.

Nick Jonas se queixou de ter sido esnobado e eu até entendo – podia ter entrado em Melhor Vídeo Masculino, já que eu quero saber o que um vídeo sem graça como o do Calvin e outro já cansado (“Can’t Feel My Face”) estão fazendo aí. No entanto, como Bieber não fez o requisito nessa categoria e nem o Zayn – que foi #1 com “PILLOWTALK”, e esses tiveram hits mais consistentes do que o Nick, melhor chorar no cantinho mesmo.

Outra que ficou de fora foi a Taylor Swift, que até tinha material pra entrar no corte final (“Wildest Dreams”), mas ficou de fora. Sinceramente, apesar da grande produção, o vídeo é bem boring – e a lista de indicados é bem bacana.

E o Justin (Timberlake)? Um dos hits do ano ficou de fora?

Agora, quem você não sentiu falta: acha que tinha espaço pra Meghan Trainor aí?

Surpresas e destaques bacanas: a MTV tem que seguir as tendências, e nada melhor do que colocar no spotlight revelações que de certa forma, surgiram meio fora do esquemão – ou não estouraram de vez. Você imaginava o cantor e rapper Bryson Tiller indicado a três Moonman? Ou Alessia Cara aparecendo no corte final em Melhor Vídeo Pop? Ou a queridinha Zara Larsson lembrada em Artista Revelação? Se a gente garimpar, tem artista bom fazendo som bacana, que às vezes pipoca no mainstream, mas é importante a MTV abrir espaço pra essa galera hitar, nem que seja pra abrir portas ao público médio. Será que se a Florence não tivesse roubado a cena no VMA de 2010 com “Dog Days Are Over”, o Florence + The Machine seria a força que é hoje? Talvez até fosse, e demorasse, mas a exposição que o grupo teve naquela época – e como foi aproveitada essa oportunidade – foi primordial para obter sucesso.

Outra surpresas, mais prosaicas, foram a ausência do Justin Bieber com “Sorry” em Vídeo Masculino e Coreografia, o Fifth Harmony conseguindo uma indicação merecida por “Work From Home” (clipe pop de respeito) e o David Bowie (RIP) lembrado nas categorias técnicas. Podia ter tirado o Kanye pra dar essa homenagem ao Camaleão do Pop, né?

Aliás, alguém me explica o que “Famous” está fazendo aí? O mau gosto desse vídeo deveria afastá-lo de qualquer award. Acho sinceramente que a MTV só o pôs aí para gerar buzz e possibilidades de treta. Mas se a emissora queria treta, era melhor ter indicado a Swift também…

E você? O que achou dessas indicações? O blog começa uma série de posts logo logo, relativos aos indicados ao VMA, e começaremos pela categoria das surpresas boas, a de Artista Revelação. Para quem você está torcendo?

Anúncios

Comente aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s