Atualizada – Fergie, “M.I.L.F. $”

Cover Fergie MILFSUm dos grandes desafios das cantoras pop quando chegam a uma certa idade (o número mágico é 35) é se manter relevante para um público cada vez mais jovem, que descarta artistas todo verão; além de superar o desdém das rádios e uma mídia pronta para chamar essas mulheres de “velhas” e “cansadas”. É o ageism (ou etarismo), com fortes tintas machistas, influenciando as carreiras de muitas grandes artistas da popsfera.

Eu já comentei sobre esse assunto há algum tempo (aqui), tratando especialmente de Fergie e Gwen Stefani, que haviam lançado novos singles – e passando despercebido pelo mainstream. Enquanto a segunda conseguiu superar o flop extremo com um CD moderadamente bem sucedido, “This Is What the Truth Feels Like”, especialmente após a separação do marido; a primeira sumiu outra vez para retornar com um single mais a cara do verão – e bem mais parecido com a própria Fergie.

“M.I.L.F. $” não é exatamente uma Brastemp – é um pop/urban com toques eletrônicos e a Fergie rapping em mais da metade da faixa, até uma atualização do que a Duchess fez lá em 2006 no primeiro álbum solo. No entanto, é uma música que parece justamente o que a Fergie faria, e não uma cópia sem graça de uma outra produção, como era “L.A. Love”. A letra também é fraquinha, mas dá pra sacar que a ideia é celebrar as mulheres que conseguem se dividir sendo mães, trabalhando e se divertindo (por isso o trocadilho infame do M.I.L.F. – “mothers I’d like to fuck” com M.I.L.F – “mothers i’d like to follow”). O clipe ajuda a ampliar essa impressão, apresentando uma estética meio Stepford Wives (aquele filme com a Nicole Kidman, lembra?) meio “Grease”, super colorida, com Fergie e seu squad materno – incluindo Kim Kardashian, Ciara, Alessandra Ambrosio, Isabeli Fontana e Chrissy Teigen – seguindo o contexto da música.

Mesmo não sendo um single extremamente criativo, “M.I.L.F $” é a cara da Fergie, e ainda consegue soar atual e pronta pro verão. Ótima para viralizar em vídeos curtos como vines e snaps, ainda tem nomes famosos da cultura pop no vídeo, o que colabora para atrair mais visualizações, e a batida é forte e viciante, embalada para as boates. E o verso “I got the M.I.L.F money” é um quote ideal para hitar em todos os lugares. Foi uma jogada esperta, inteligente, e a Fergie que o mundo pop estava esperando.

(observação: alguns comentários de mães no Facebook criticaram o vídeo e a ideia de uma cultura “MILF” que só valoriza as mães quando elas estão no corpo “padrão” ou são gostosas. Dessa forma, o vídeo da Fergie seria um desserviço às mães que não conseguem alcançar esse padrão. Fiquei curiosa – e achei a observação pertinente, mas queria ver a opinião de vocês sobre o assunto. E aí, o que acham?)

 

Anúncios

Comente aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s