QUERO: Nick Jonas – Close (feat. Tove Lo)

CloserNickJonasDesde que Nick Jonas deixou o anel da pureza, as músicas fofinhas do Jonas Brothers e o ar fofo para se metamorfosear no príncipe do sexo e da safadeza com o incrível self-titled, todo mundo espera que o próximo trabalho do rapaz tenha a mesma maturidade, inteligência e produção refinada do “Nick Jonas”, que deve ter sido um dos álbuns de artistas jovens mais fortes que ouvi nos últimos dois anos.

Mesmo com o retorno de outros artistas com mesmo público-alvo – como Justin Bieber – e o Zayn querendo entrar nessa linha de “R&B rapaz crescido” que o Nick se colocou tão bem no último ano, era de se esperar que no mínimo, o novo trabalho teria essa vibe sensual mas com apelo crossover – o que funcionou muito bem com “Jealous” e “Chains”. Com o lançamento de “Close”, primeiro single do terceiro álbum solo (mas o segundo após a metamorfose), “Last Year Was Complicated”, a sensação foi de que sim, Nick se manteve na mesma vibe, mas fugindo um pouco daquele R&B gostosinho do self-titled e partindo para algo mais pop; no entanto, sem perder uma inspiração daquele som do CD anterior.

Mantendo a ambientação sexy e misteriosa dos temas do “Nick Jonas”, com mais sugestões que palavras, “Close”, que tem uma ótima participação da sueca Tove Lo, consegue se diferenciar pela batida mais sintetizada que orgânica, mais atualizada, tendo um feeling R&B, mas a faixa é predominantemente pop. Aliás, sobre a Tove, o featuring dela aqui é tão legal que remete ao fato de que as parcerias femininas do Nick na era anterior eram muito boas e foram desperdiçadíssimas, tanto os remixes com a Tinashe (“Jealous”) e Jhené Aiko (“Chains”) quanto “Numb” com a Angel Haze (esnobada que jamais perdoarei).

Espertamente, o moço lançou juntamente com o single, o vídeo bem inspirador de “Close”, pra dizer o mínimo.

Bem bolado e muito bem produzido (a Island tá investindo hein), traz de forma inteligente a mensagem da música e toda a sensualidade sutil expressa na música, explodindo tudo no refrão final, cuja dança contemporânea e roupas bege parecem vindas diretamente de um clipe da Sia. Nada contra. Queria ser a tensão sexual entre os dois durante todo o vídeo.

Como havia dito, Nick fez o certo – lançou logo o combo música + vídeo pra contar todos os streams possíveis (aprende Meghan!). Um artista como ele, que ainda está num processo ascendente na carreira, não pode se dar ao luxo de desperdiçar promoção e locais para divulgar sua música – especialmente se o objetivo é um top 10 (e “Close” é boa o suficiente para um top 10). Mesmo com um chart movimentado e disputado como o atual, acho que a música tem chance de hitar, funciona, está de acordo com a época, tem uma ótima produção.

Agora é só divulgar até na barraquinha da esquina, como ele fez na era passada.

 

E você, o que achou de “Close”?

 

Anúncios

Um comentário sobre “QUERO: Nick Jonas – Close (feat. Tove Lo)

Comente aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s