Janet Jackson volta fazendo música boa com “No Sleeep”

Cover Janet Jackson No SleeepUma das rainhas da música que dominou os charts e o praise da crítica entre os anos 80 e 2000, e que serviu de inspiração para gerações de artistas femininas, misturando música, consciência social, despertar da sexualidade e amadurecimento em álbuns considerados lendários. Janet Jackson não é apenas um sobrenome famoso, ou a mais nova de uma família extremamente talentosa – Janet é um ícone feminino importante, que conseguiu se desvencilhar da máquina familiar orquestrada pelo pai e construiu uma carreira independente dos irmãos, conseguindo até mesmo ofuscar o irmão mais velho, um certo Michael Jackson.

No entanto, após o episódio do “Nipplegate”, em que o seio de Janet foi exposto no meio do halftime show do Superbowl, durante sua apresentação com Justin Timberlake, a carreira dela foi afetada, com boicotes e pouca repercussão de seus álbuns posteriores (enquanto a carreira de Timberlake não sofreu nenhum revés, o que depõe de forma evidente a sociedade em que vivemos); por isso, foi com muita surpresa e uma certa dose de ceticismo que o mundo pop recebeu o lead single do novo trabalho da Janet, sete anos após o último lançamento, “Discipline”(2008). O álbum tem o suposto nome de “Conversations in a Café”, mas o primeiro single tem nome, música e uma boa posição no iTunes – após alcançar a décima-quarta colocação, agora está em 22º: trata-se de “No Sleeep”:

Ao invés de se jogar num batidão bem urban quebração, ou uma farofa EDM – ou seja, qualquer coisa que pudesse Janet Jacksonfazê-la hitar com o público jovem, Janet optou por mostrar suas raízes R&B com essa música mais slowtempo, mais anos 90, quase uma trilha sonora de rádio Adulto Contemporânea. A música, composta por ela e pelos parceiros de anos Jimmy Jam e Terry Lewis, consegue lembrar a década de 1990 quase no limite entre a inspiração e o datado, mas o grande trunfo da canção é ser coerente com a trajetória da Janet – e fazer com que você saiba que isso é Janet Jackson.

A letra fala de uma noite de amor com a pessoa amada, com sutileza e muita elegância. Adoro o começo e a parte final da música, com o barulho da chuva. O vocal suave e aveludado da Janet traz uma sensação de sensualidade com sugestão, o que promete algo a mais.

Apesar do bom desempenho no chart digital – lembre-se de que ela não lança nada há sete anos, sequer aparece na mídia e para o mercado musical americano, está velha (49 anos – lembra aquela história sobre as rádios americanas descartarem as estrelas pop femininas quando elas passam dos 35 anos?) – eu não vejo a faixa como sucesso. Não é um hit marcado, apesar do refrão catchy e repetitivo, é uma slowtempo mais adequada ao inverno que ao concorrido verão americano. Mas é um statement do que a Janet quer passar como artista em 2015 (e que, claro, quer oferecer uma música ao público antes de iniciar sua nova turnê, a “Unbreakable”). Para uma mulher que conquistou tudo, e passou por todos os momentos que um artista já viveu na carreira, talvez ela saiba que hoje, pode simplesmente fazer a música que quer e agradar a si mesma, e não querer jogar um jogo que poderia tirar sua identidade.

 

Estou bem curiosa com o próximo álbum. E você? O que achou de “No Sleeep”?

Anúncios

Comente aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s