Design de um Top 10 [17] It’s been a long day, without you my friend

Banner-Design-de-um-Top-10

Paul Walker his impact, again! Além dos recordes de bilheteria que “Velozes e Furiosos 7” está batendo nos cinemas de todo o mundo, a trilha sonora também está destruindo nos charts. Tão veloz quanto os carros que pulam prédios e caem de despenhadeiros mas ninguém morre por conta disso (é isso mesmo que você leu, vá ver o filme, é divertidíssimo!) foi a subida de “See You Again”, música do rapper Wiz Khalifa com featuring do novato Charlie Puth, que subiu nove posições e destronou “Uptown Funk”, até então reinando absoluta no Hot 100 em primeiro lugar.

O #1 do Wiz não alegrou apenas fãs e admiradores da (ótima) canção – tiveram muitos lambs (como são chamados os fãs da Mariah Carey) torcendo por “See You Again” porque temiam que “Uptown Funk” superasse o recorde de “One Sweet Day”, de 16 semanas em #1. Recorde mantido, corações tranquilizados; mas o Design de hoje precisa falar dessas movimentações – e de alguns moradores do top 10.

 

Top 10 Billboard Hot 100 (25/04/2015)

#1 See You Again – Wiz Khalifa feat. Charlie Puth

#2 Uptown Funk! Mark Ronson feat. Bruno Mars

#3 Sugar – Maroon 5

#4 Trap Queen – Fetty Wap

#5 Thinking Out Loud – Ed Sheeran

#6 Earned It – The Weeknd

#7 Love Me Like You Do – Ellie Goulding

#8 G.D.F.R. – Flo Rida feat. Sage The Gemini and Lookas

#9 Shut Up And Dance – Walk the Moon

#10 Style – Taylor Swift

 

Wiz KhalifaPrimeiro, claro, vamos falar do épico #1 desta semana, “See You Again”, que conseguiu tirar “Uptown Funk” do topo com uma subida meteórica de nove posições, catapultada pelo lançamento do “Velozes e Furiosos 7” assim como a cena final em que a música é utilizada, com muita sensibilidade e emotividade. Mas a caminhada absurda da faixa foi reforçada por uma liderança que nenhuma das outras rivais de UF tinham conseguido chegar: além do 1º no Hot 100, a música ficou praticamente toda a semana (and counting) em 1º no iTunes; assim como a primeira posição no chart Streaming Songs (que conta os serviços de Streaming em geral, desde o Spotify até o Youtube). A música até o momento está em 49º nos charts de Rádio – ou seja, o airplay realmente não contou na escalada ao topo da música (já que UF ainda lidera na audiência); o que colocou Wiz e Charlie lá no #1 foram as vendas digitais massivas (464 mil, as maiores do ano até agora), além do crescimento absurdo no streaming. Essas vendas + stream (com a faixa sendo ouvida nos serviços de audição como Spotify, Deezer e afins, além do vídeo simples e eficiente recebendo visualizações como chuva no inverno) fizeram com que “See You Again” suplantasse UF onde o throwback funk de Mark & Bruno eram mais fortes: nas rádios.

E olha, a julgar pelo hype do filme, uma das maiores bilheterias do ano, perto de alcançar o bilhão (desde a estreia em 03 de Abril, já levou pra casa 803 milhões de dólares em bilheterias), além do fato da música ser absolutamente identificável, com forte pegada crossover e já com a marca de “homenagem a um ator falecido subitamente”, terá longa vida nas rádios – e talvez no topo.

(curiosidade 1: este é o 2º #1 do Wiz Khalifa – o primeiro foi com o debut, “Black and Yellow”, no já distante 2011; enquanto é o primeiro topo do novato Charlie Puth. Isso é que é início de carreira!

curiosidade 2: percebeu como a música que tirou de “Uptown Funk” a possibilidade de chegar no recorde de Mariah Carey e Boys II Men com “One Sweet Day” lida com o mesmo tema da balada da diva?)

É hora de chorar mais um pouquinho com “See You Again”:

 

Mas temos que dar a César o que é de César: galera preocupada com “See You Again” x “Uptown Funk” e nem perceberam a subida discretaFetty Wapmas interessante de duas posições de “Trap Queen“, hein? De pouquinho em pouquinho, a música do Fetty Wap pode ser uma das canções do verão, já que não para de subir. A faixa também está em quarto lugar no iTunes, está em segundo no Streaming Songs e já está no top 20 do Mediabase. Não me parece ainda ter chegado no seu pico, e não me surpreenderia se permanecesse por aí, rondando o quarto, terceiro, segundo, durante algumas semanas, até que fizesse a “All Of Me” e beliscasse um #1 na Billboard.

Como eu tinha dito há alguns “Designs” atrás, acredito que “Trap Queen” vá fazer morada no top 10, e aguente o aguerrido e sempre frenético verão americano. É um rap/hip hop menos uptempo e mais midtempo, com um certo balanço e bem catchy, e enquanto hitmakers provadas como Rihanna parecem estar em outro humor (sério, que era mais maluca é essa da RihRih? Qual é o single mesmo? Só “FourFiveSeconds” se provou consistente, logo a menos comercial delas), outros nomes famosos como Katy Perry estão em fim de era e Taylor Swift vai seguir em turnê, quem chegar com faixas fortes no verão precisa conquistar o público – que, naturalmente, vai consumir mais uma música conhecida e familiar, que ainda não está saturada pelas audições repetitivas; e principalmente, pelas performances em todo o canto.

Porque, se o Fetty Wap conseguir uma apresentação num programa de impacto, esse #1 pode vir.

Enquanto o rapper ronda o topo discretamente, confira “Trap Queen”:

 

Walk the MoonE quem acompanha os fóruns de música já deve estar sabendo dessa música, “Shut Up and Dance”, da banda Walk The Moon. E é bom continuar a saber, porque a depender de como a música chegou ao top 10, subindo três posições e se instalando no nono lugar, com certeza esse não será o peak dos rapazes. A música tem algumas das maiores subidas nas rádios (atrás do peso-pesado “Earned It”, que aparentemente pode não ser #1 com o smash “See You Again”; e de, claro, SYA), além de estar em 2º no iTunes tem uns bons dias e, apesar de ainda não ser uma força nos streamings, agora com o top 10 a tendência é crescer ainda mais (eu mesma já vou catar a música pra adicionar no meu Spotify).

Afinal de contas, “Shut Up and Dance” é aquele upbeat pop/powerpop/rock cheio de synths e bem anos 80 que parece trilha sonora de filme do Brat Pack. Nada contra, achei ótima! Divertida, pra cima, a letra bem sacadinha e o clipe igualmente oitentista e bem humorado, a música tem um refrão forte e que fica na cabeça depois de horas! A chegada da música nesse ponto do chart é importante, porque ela ainda está em crescimento; e ao contrário de “Trap Queen”, que vem crescendo mais discretamente; SUAD tem crescimentos maiores e bem vistosos, o que evidentemente a coloca entre as prováveis “canções do verão”, mas também na luta pelo #1.

Além disso, “Shut Up and Dance” ainda tem o plus de ser mais uma música do “efeito indie” que sempre acomete a Billboard desde o Foster The People e “Pumped Up Kicks em 2011. Já percebeu que to-do ano tem um act alternativo que estoura, fica mofando no top 10 (ou vira 1º) e ninguém sabe por que os americanos acabaram curtindo a música? Pode inserir aqui o fun., Gotye, a Lorde (que depois virou A-List do pop), Bastille, Hozier ❤ … Esse pode ser o ano do Walk The Moon.

(aliás, os caras não são novatos na cena. A banda está na estrada desde 2010 e “Shut Up and Dance” é single do segundo álbum deles lançado por uma gravadora, “Walk The Moon” – eles chegaram a lançar um álbum de forma independente antes)

Áinda não conhece essa música? Pois fique viciado em “Shut Up and Dance”!

E você, o que achou do novo #1?

Anúncios

Comente aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s