Design de um top 10 [6] – Cheiro de one hit wonder no ar?

Banner-Design-de-um-Top-10

 

Hoje o “Design de um Top 10” estreia um banner em sua versão beta (haha, um dia eu acerto o tamanho completo, prometo) e comenta sobre as novidades do auge do verão americano. Dá pra notar algumas mudanças desde a última vez que postei uma análise sobre as dez mais tocadas nos charts dos EUA – tirando, claro, o primeiro e segundo lugares, que continuam reinando há mais de um mês: “Fancy” e “Problem”. Quem acompanha o iTunes e o Mediabase sabe que o huge hit da Iggy Azalea já começa a diminuir suas subidas nas rádios e já não é mais o primeiro no chart digital (aliás, o primeiro lugar é de um teenager chamado Shawn Mendez com “Life Of The Party”. Essas adolescentes…), mas Ariana Grande ainda tem chances de alcançar a primeira posição na Billboard porque “Problem” já começou a tocar nas rádios urban e ganhou sobrevida no Mediabase.

Mas hoje não vou falar delas… e sim deles… Porque se ano passado o verão foi masculino, com Robin Thicke e Daft Punk dominando a cena, os homens estão interessados em melar o girl power também em 2014.

Top 10 Hot 100 Billboard (02/07/2014)

#1 Fancy – Iggy Azalea feat. Charli XCX
#2 Problem – Ariana Grande feat. Iggy Azalea
#3 Rude – Magic
#4  Am I Wrong – Nico & Vinz
#5  Stay With Me – Sam Smith (peak)
#6 Wiggle – Jason Derulo feat. Snoop Dogg
#7 All Of Me – John Legend
#8 Summer – Calvin Harris
#9 Turn Down for What – DJ Snake feat. Lil Jon
#10 Happy – Pharrell Williams

 

Calvin HarrisE a dominação dos DJs continua! Calvin Harris colocou “Summer” na oitava colocação, uma música bem óbvia pra estação, apesar da letra melancólica. Mas você lá quer saber de letra quando se pega dançando com o batidão EDM da faixa, né? A faixa está na 12ª colocação no iTunes e já chegou no top 10 do Mediabase. Subiu aos poucos nos EUA, mas foi lançado anteriormente no Reino Unido, onde chegou à primeira posição. É música “pro verão”, e tem seus méritos, principalmente num ano que anda torcendo tanto o nariz pra EDM. Acho que o peak de “Summer” pode ficar por aí mesmo, oitavo, sétimo, não vai fugir muito disso. Há canções mais fortes nessa luta.

 

 

 

 

A gente discutindo aqui qual o batidão urban mais nervoso que ia estourar no verão quando os canadenses do Magic! me aparecemMagic com um reggaezinho gostoso, com direito a um solinho de guitarra e uma letra marota sobre um cara pedindo a um pai bravo a mão da filha em casamento. Essa é “Rude“, que conseguiu tirar “Problem” de seu berço esplêndido no iTunes em Junho (antes de ser substituído pelo viral teen) e está na segunda posição no chart digital, além de subidas generosas nas rádios. A música é catchy, gostosa, boa pra dançar e a letra é muito legal. O que é engraçado é o fato de, após “Rude” (que é de 2013, alcançou top 10 na Austrália e na Nova Zelândia antes de estourar nos Estados Unidos) começar a ter destaque, uma segunda música com pegada reggae foi lançada na esteira do verão (oi “Maps”, tô falando com você!). Não que eu esteja dizendo que o verão será reggae – o verão americano continua sendo urbanzão, mas como atualmente o Maroon 5 anda se guiando pelos ventos do que faz sucesso e é radio-friendly… A pergunta é: será que o Magic! sobrevive ao verão ou fará companhia à sua conterrânea Carly Rae Jepsen?

 

 

Nico & VinzVamos agora aos peaks: Nico e Vinz (que eu já tinha comentado aqui no “Design” anterior) chegou à quarta colocação, subindo três casas até o panteão do #1, com “Am I Wrong”. A faixa, um pop com essa guitarra gostosíssima, percussão marcada meio afropop e a letra filosófica, já possui as maiores subidas nas rádios e está na quinta posição do iTunes. A música tem chances reais de ser #1 (não sem antes “Problem” alcançar o topo, o que os mais entendidos de charts já andam cravando); mas o que me deixa curiosíssima é sobre o que eles vão apresentar como próximo single – será “In Your Arms” (que aliás, é ótima, bem catchy e com a percussão marcada, lembrando vagamente o breakthrough single), já lançado no país natal da dupla, a Noruega? Ou eles farão algo para o mercado americano?

 

 

 

 

Outro peak da semana foi “Stay With Me”, do Sam Smith. Não, não recebi jabá da Capitol por conta dos três posts consecutivos Sam Smithsobre o rapaz. Mas não dá pra negar que há um hype em torno do britânico e seu CD bem recebido, suas músicas confessionais e a voz sensacional do moço. E o single que fez com que Smith estourasse nos EUA já chegou à quinta posição, com chances de subir ainda mais. Eu não posso dizer “duvido que seja #1” porque “All of Me” foi em pleno estouro do verão e o desempenho da música nas rádios é monstruoso – atrás apenas da dupla aí de cima – mas acho que a música pode chegar a um top 3 pra coroar o início de uma carreira bem interessante para o jovem cantor-compositor. Mas se chegar à primeira colocação nessa briga louca pelo hit do verão, eu vou ficar bem impressionada e feliz.

 

 

 

 

 

Você já ouviu alguma dessas músicas? Acha que Magic! e Nico & Vinz sobrevivem ao próximo verão americano ou vão voltar aos países de origem?

Deixe sua resposta nos comentários!

Anúncios

Comente aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s