Mimi is Back! Mariah Carey chega com elegância com “You’re Mine (Eternal)”

Mariah Carey parece disposta a ir atrás de um som mais R&B/pop e maduro no seu novo lançamento, “The Art Of Letting Go”, previsto para 6 de Maio. Apesar do “Memoirs Of An Imperfect Angel” também ser puxado para esse estilo, as músicas não pareciam tão apropriadas ao tempo de carreira da diva – algumas delas uma tentativa de atrair um público mais jovem, algo que, dado o nível que Mariah alcançou, a influência e o ponto em que ela está em sua trajetória musical, ela simplesmente não precisa.

Mas acredito que com TAOLG, Mimi fará algo mais próximo dos fãs, sem nenhuma busca desenfreada pelos charts. A julgar pelos trabalhos apresentados, desde o subestimado “Triumphant”, passando pela linda midtempo “#Beautiful”, indo para a elegantíssima “The Art Of Letting Go”, e agora, com este R&B/pop de “You’re Mine (Eternal)” – que lembra bastante as batidas ali de metade da década de 2000, mas sem soar datado – Mariah está prezando a qualidade no trabalho.

“You’re Mine (Eternal)”, que foi cantado no BET Honors neste fim de semana, está aqui com sua versão em estúdio, mostrando que o vocal de Mariah continua potente, sendo usado os sussurros e agudos com parcimônia e equilíbrio. Escrita e produzida por Mariah e Rodney Jerkins (Darkchild), a letra que fala de amor e da saudade pelo outro não estar com você é simples e direta, e apesar do refrão não ser tão fácil aos ouvidos (o pré-refrão é mais marcante), a canção tem uma batida deliciosa, um arranjo que, como já comentei, lembra batidas da década passada – melhor ainda, remete ao próprio trabalho da Mariah em “The Emancipation of Mimi” (2005), o grande comeback da diva.

Se a música vai hitar? Olha, ela está neste momento em décimo-primeiro no iTunes, o que é sinal de força, já que a música foi lançada hoje – e como já tinha dito lá em cima, a fã-base da Mimi não é tão jovem quando a de outras pop divas, como Katy Perry. Quanto ao futuro, é uma música meio complicada. É comercial, mas não é de digestão fácil – principalmente por conta do refrão – mas pode fazer boa carreira nos charts R&B e na parada Adult Contemporary. No entanto, acredito que “You’re Mine (Eternal)” pode obter níveis inesperados de sucesso pela própria conjunção musical atualmente, que está muito mais receptiva a um ecletismo sonoro do que há três ou quatro anos atrás.

Tomara!

P.S.¹: a versão remix da música, com o Trey Songz, também está na net. Não acrescenta muito, mas vale a pena dar uma ouvidinha

P.S.²: o clipe já vazou (e todo mundo tá falando muito mal), quando tiver um player melhor eu atualizo aqui.

ATUALIZADO COM O VÍDEO (Sem comentários, Mariah, o que é isso? O.o)

http://relaunch.mtv.com.br/musica/artistas/mariah-carey/videos/you-re-mine-eternal-1002995?xrs=share_copy

Anúncios

Um comentário sobre “Mimi is Back! Mariah Carey chega com elegância com “You’re Mine (Eternal)”

Comente aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s